Ministério investiga suspeita sobre Cartão SUS

O Ministério da Saúde abriu sindicância para apurar suspeitas de irregularidades na licitação para implantação do Cartão Nacional de Saúde (Cartão SUS). No dia 10 de junho deste ano, o Estado publicou reportagem sobre a contestação na Justiça Federal, pelo consórcio derrotado, da licitação vencida pela empresa norte-americana Hypercom Corporation. A sindicância apurará os fatos, mas a implantação do cartão - um projeto de informatização de R$ 100 milhões - continua em andamento, até que se constate qualquer irregularidade. A decisão do ministro tucano José Serra, de rever o caso, coincidiu com a análise da corregedora-geral da União, ministra Anadyr de Mendonça Rodrigues, que estava investigando as denúncias relativas ao assunto. Em nota oficial, Anadyr afirma que concluiu, no último dia 17, pela instauração de sindicância, mas antes de enviar sua decisão a Serra, recebeu dele documento comunicando a decisão da Saúde, também do dia 17, de constituir comissão de sindicância para esta finalidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.