Ministério divulga em dezembro resultados do provão

O Ministério da Educação divulgará em 1º de dezembro o relatório com os resultados do provão de 2001. O documento apresentará o desempenho, distribuído por conceitos que vão de A a E, de cada curso nas 20 áreas avaliadas hoje. De acordo com dados do Ministério da Educação, dos mais de 280 mil inscritos para o provão este ano, 94% fizeram a prova.Foram avaliados 3.647 cursos nas áreas de Agronomia, Administração, Biologia, Direito, Economia, Engenharias Civil, Elétrica, Mecânica e Química, Farmácia, Física, Jornalismo, Letras, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Pedagogia, Psicologia e Química.De acordo com dados do Ministério da Educação, o exame foi aplicado em 1.136 locais de prova em mais de 500 municípios no País. Cerca de 30 mil pessoas, incluindo 900 observadores indicados por entidades representantes de classes profissionais e instituições de ensino superior, trabalharam no exame hoje.A comunidade acadêmica fará uma análise do provão. A partir desta semana, mais de 3.600 coordenadores de cursos receberão as provas e o questionário de avaliação, com diretrizes, questões, conteúdo e habilidades envolvidas, para opinar sobre o exame deste ano.Apesar do porcentual de participação ser um dado preliminar, a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Maria Helena Guimarães de Castro, considerou que a tranqüilidade na realização do exame hoje demonstrou que a participação dos estudantes aconteceu de maneira "séria e responsável", compreendendo a importância do papel da avaliação. "O provão tornou-se referência de qualidade para os jovens, que, atualmente, procuram o ensino superior", disse.O aluno que participou do provão receberá, em sua residência, o boletim de desempenho do graduado. O boletim apresentará a média geral do estudante e as notas nas provas de múltipla escolha e discursiva.O aluno receberá ainda, para efeito de comparação, informações sobre o desempenho dos alunos no resto do País, da região onde fez a prova, do Estado e da instituição onde está concluindo o curso.As instituições que tiveram os cursos avaliados receberão, por sua vez, um relatório sobre o desempenho dos alunos no provão. De acordo com o Ministério da Educação, o objetivo deste relatório é fornecer informações para que as instituições possam avaliar os cursos e implementar ações que levem à melhoria de qualidade.O documento informará o conceito obtido pelo curso e a evolução do desempenho em relação aos anos anteriores, além de fornecer informações estatísticas que permitam comparar os resultados com os obtidos pelos cursos dos outros Estados.Das 20 áreas avaliadas, 15 tiveram questões de múltipla escolha. As grades de resposta, que servirão de referência para a correção das questões discursivas do provão estarão disponíveis na internet a partir de 10 de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.