Ministério da Previdência pede esforço de bancos

O ministro da Previdência, Amir Lando, disse nesta quinta-feira que seu ministério está fazendo um esforço excepcional para dar atendimento especial a todos os segurados da Previdência que recebem benefícios por meio dos bancos.A declaração foi feita por causa da greve dos bancos, que pode causar atrasos no pagamento dos benefícios. "Nós tomamos a precaução de solicitar aos bancos um esforço excepcional para que não pare o serviço de pagamento dos segurados", disse o ministro, ao chegar à cerimônia de entrega do prêmio "As Melhores da Dinheiro", organizado pela revista IstoÉ Dinheiro, para premiar as melhores empresas em gestão financeira.Lando admitiu, no entanto, que não há garantias de que o pagamento será feito, caso os bancários mantenham a greve e as agências permaneçam fechadas. "Evidentemente, algumas coisas fogem a nosso controle", disse. "Os bancos oficiais, esses sim estarão dando atendimento para não parar o serviço".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.