Ministério da Justiça publica exoneração 'a pedido' de Abramovay

Ministro José Eduardo Cardozo não teria gostado da declaração de Abramovay em defesa de penas mais brandas aos pequenos traficantes

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

24 de janeiro de 2011 | 11h31

BRASÍLIA - O Ministério da Justiça publicou nesta segunda-feira, 24, no Diário Oficial da União a exoneração "a pedido" de Pedro Vieira Abramovay, do cargo de secretário nacional de Justiça. Na última sexta-feira, a assessoria do Ministério afirmava que Abramovay teria recebido uma nova proposta de trabalho, fora do governo, e por isso não assumiria o cargo de secretário nacional Antidrogas, para o qual tinha sido indicado. Mas o que se especula é que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo não teria gostado de recente entrevista de Abramovay, que defendeu penas mais brandas aos pequenos traficantes de drogas.

 

Para a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas foi nomeada Paulina do Carmo Arruda Vieira Duarte, que respondia pela secretária-adjunta. Para a Secretaria Nacional de Justiça foi nomeado Paulo Abrão Pires Junior, que presidia a Comissão de Anistia. As nomeações foram publicadas hoje, também, no D.O.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.