Ministério da Agricultura faz ajustes em cargos técnicos

Depois de acomodar secretários em cargos de assessoria, uma nova rodada de ajustes se passa no Ministério da Agricultura. Conhecidos pelos próprios nomes no meio agrícola, a Pasta exonerou nos últimos dias três técnicos do Departamento de comercialização e de abastecimento agrícola e pecuário (Deagro): José Maria dos Anjos, Sávio Pereira e Silvio Farnese.

CÉLIA FROUFE, Agência Estado

20 de julho de 2011 | 17h36

O trio, ligado ao então secretário de Política Agrícola, Edilson Guimarães, era conhecido por colocar a mão na massa para viabilizar as operações que o Ministério realizava, principalmente no apoio à comercialização aos produtores. Além de coordenar a parte técnica das operações, cabia a eles fundamentar a Agricultura para discutir os trâmites técnicos com o Ministério da Fazenda bem como os pleitos da Pasta por mais verba ou prazos.

Guimarães também deixou o cargo em 18 de maio. Agora, ele foi acomodado na Secretaria de Relações Internacionais. Um pouco antes, o então secretário-executivo da Pasta, Gerardo Fontelles, também deixou o cargo para se tornar assessor do gabinete do ministro. No lugar de Guimarães está José Carlos Vaz e, no de Fontelles, Milton Ortolan.

Procurada, a Secretaria de Política Agrícola informou que os três técnicos exonerados serão reconduzidos à Pasta nos próximos dias. As mudanças seriam apenas um processo de ajuste interno e não se tratam de alterações na equipe. José Maria dos Anjos, por exemplo, continuará a cuidar da comercialização dos produtos agrícolas, conforme uma fonte do Ministério.

Tudo o que sabemos sobre:
ajusteAgricultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.