Ministério contesta cálculo de site sobre gastos com xerox

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) divulgou nota contestando as informações do site Contas Abertas de que, com base em dados do Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira), o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria gasto mais com fotocópias (R$ 88,6 milhões) do que com programas sociais (R$ 87,4 milhões), em 2005. Segundo o Ministério, os valores informados não incluem programas como o Bolsa Família e não consideram que o Ministério teve um orçamento de R$ 15,742 bilhões em 2005, com 98,4% dos recursos investidos. De acordo com o ministério, a discrepância entre os R$ 87,4 milhões informados como "investimentos" do MDS e o orçamento de R$ 15,742 bilhões ocorreu porque o ministério considera os programas sociais como "custeios" e os valores entram no Siafi na categoria de "outros". "É por esse motivo que não são considerados os R$ 6,4 bilhões transferidos a 8,7 milhões de famílias pelo programa Bolsa Família e tampouco os R$ 9,3 bilhões destinados aos 2,2 milhões de pessoas com deficiência e idosos incapacitados para o trabalho, que recebem o Benefício de Prestação Continuada", informou a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.