Mínimo passa com naturalidade no Senado, diz Renan

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), disse que está otimista em relação à aprovação, por aquela Casa do Congresso, da medida provisória que fixou em R$ 260,00 o valor do novo salário mínimo, aprovada ontem à noite pela Câmara dos Deputados. "O mínimo passa com naturalidade no Senado", avaliou Renan. "Era mais difícil na Câmara, porque havia divisão em praticametne todos os partidos". Segundo o líder, com o racha da bancada do PMDB na Câmara em torno do assunto, o partido apenas repetiu a proporção de votos que deu às reformas constitucionais. "Podemos até melhorar o desempenho do partido no Senado, mas isto provavelmente; nunca se sabe", observou. A MP do mínimo deve começar a trancar a pauta de votações do Senado no próximo dia 12, logo em seguida após o feriado de Corpus Christi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.