Minc põe na presidência do Ibama diretor de licenciamento

Messias Franco admitiu ser possível acelerar a concessão de licenciamentos, porém, 'sem criar facilidades'

REUTERS

20 de maio de 2008 | 15h00

O novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, anunciou nesta terça-feira, 20, como novo presidente do Ibama, Roberto Messias Franco, ex-superintendente do órgão em Minas Gerais e atual diretor de licenciamento do Ibama nacional. Messias Franco substitui Bazileu Alves Margarido Neto, nomeado pela ex-ministra Marina Silva, que também anunciou sua saída do ministério na semana passada.  Veja também:Minc não consegue liberação de R$ 1 bi do setor ambientalMinc se queixa de recursos e quer liberação de dinheiro Minc deve propor mudanças nos licenciamentos ambientaisMinc defende Forças Armadas em parques e reservas da AmazôniaEspecial: Amazônia - Grandes reportagens   Ao confirmar que aceitará o convite, Messias admitiu ser possível acelerar a concessão de licenciamentos ambientais, porém, "sem criar facilidades". Segundo ele, tudo gera impacto ambiental, "mas sempre é possível melhorar a partir de análises mais cuidadosas e a observância de todos os marcos regulatórios". Nos embates entre os órgãos ambientais e o segmento do agronegócio, Messias Franco defendeu o combate à ilegalidade e o aumento da produtividade das lavouras como forma de evitar novos desmatamentos. Minc pediu ao novo presidente, em prazo de um mês, procedimentos para simplificar e agilizar os processos de licenciamento ambiental, segundo comunicado da Secretaria do Ambiente do Estado do Rio de Janeiro. Minc deve assumir a pasta do Meio Ambiente na próxima terça-feira, dia 27 Quem é Messias Franco Natural do Rio de Janeiro, Roberto Messias Franco é geógrafo, graduado pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e possui ainda pós-graduação em Ecologia pela Unesco, em Paris França. No primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi superintendente do Ibama em Minas Gerais (2003-2007) e chegou a ocupar a presidência da Fundação Estadual do Meio Ambiente de Minas Gerais (Feam) e a secretaria-Executiva do Conselho de Política Ambiental (Copam), em Belo Horizonte. Desde junho do ano passado é diretor de licenciamento Ibama.  (Com Raquel Massote, Agência Estado, e Mair Pena Neto, da Reuters) 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.