Minc: governo criará fundo internacional para Amazônia

O novo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, anunciou hoje que criará um fundo internacional, formado com recursos da iniciativa privada, para estimular o desenvolvimento sustentável da Amazônia. "Vamos trazer recursos para manter a floresta em pé. No dia 5 de junho, vamos apresentar um fundo, que será criado por decreto presidencial, para isso." Segundo Minc, já estão garantidos para o fundo US$ 100 milhões de empresas norueguesas. Esses recursos, segundo o ministro, serão depositados em setembro próximo. O fundo será gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "A lógica é a seguinte: todo mundo diz que a Amazônia é importante, todos choram quando se corta uma árvore, mas tem 25 milhões de pessoas que vivem lá, e precisamos de recursos para que essa população sobreviva de maneira sustentável." Minc informou que dirá a ministros do Meio Ambiente de outros países que o Brasil "é soberano, mas contribuições são bem-vindas para exercermos nossa soberania ambiental."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.