?Minas jamais se curva?, responde Aécio a Dirceu

O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB) rebateu hoje as declarações do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, de que "o comportamento equilibrado" tanto do governador mineiro, quanto de Geraldo Alckmin, de São Paulo, se deve ao pragmatismo político. Em entrevista ao jornal O Globo, Dirceu teria dito que Aécio e Alckmin "não podiam ter outro comportamento", pois "governador de Estado hoje, sem o governo federal não aguenta um mês". Segundo Aécio, o ministro "sabe que Minas Gerais tem feito um esforço enorme do ponto de vista da sua gestão e que não quer nada além do que tem direito". O governador mineiro reiterou que o Estado "não busca favorecimento, não quer um tratamento privilegiado, mas não admite ser preterido" e avisou "isso o governo federal já aprendeu a compreender, se no início não pelo diálogo, pela ação política de Minas Gerais", disse. Aécio disse que não é possível compreender o País sem o fortalecimento dos Estados. "Nós teremos sempre uma relação de respeito para com o governo federal, mas essa relação será sempre altiva porque Minas jamais se curva e nós faremos com que os nossos direitos sejam plena e permanentemente respeitados pelo governo federal", concluiu.

Agencia Estado,

23 de março de 2004 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.