Militantes do PTB atacados com pedras e tiros no AP

Um ônibus conduzindo partidários do candidato ao governo do Estado do Amapá, Lucas Barreto (PTB), foi apedrejado e uma pessoa foi baleada nas proximidades da sede do PSB, que indicou Camilo Capiberibe para a disputa do cargo. O incidente ocorreu no inicio da madrugada deste sábado, quando os militantes voltavam para casa depois de um comício.

ALCINÉA CAVALCANTE, Agência Estado

23 de outubro de 2010 | 18h44

De acordo com testemunhas, o ônibus foi apedrejado quando passava na rua Eliezer Levy e várias vidraças foram quebradas. Elas também relataram que o motorista parou e os passageiros desceram, quando, de dentro de um celta prata, que teria saído da garagem da sede do PSB, foram disparados vários tiros. Um deles acertou Wagner Barbosa Aleluia, 33 anos, que foi operado durante a madrugada. Em estado grave, Aleluia foi transferido para a UTI do Hospital São Camilo.

A Polícia Civil já abriu inquérito e está ouvindo testemunhas, mas o nome do atirador ainda não foi divulgado. O PSB distribuiu nota dizendo que desconhece quem é o autor dos disparos e que no momento do fato criminoso e sede do partido já estava fechada.

Tudo o que sabemos sobre:
campanhaAmapáPTBPSB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.