Militância faz ato pró-candidatura de Alckmin

Deputados, vereadores e aliados do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) promoveram ontem à noite um ato de apoio à sua candidatura à Prefeitura de São Paulo, com discursos inflamados e ofensas ao prefeito Gilberto Kassab (DEM). O ato, na capital, não teve a presença do ex-governador, que estava em Ribeirão Preto, e ocorreu à revelia de líderes do PSDB e num momento de enfrentamento entre os grupos de Alckmin e do governador José Serra. Na mesma noite, Serra e Kassab estavam juntos em um evento do governo.?Já não se vai mais discutir se o PSDB terá candidato. Agora é outra tarefa. Já estamos em campanha?, disse o deputado Sílvio Torres. Não precisamos mais perder tempo tentando convencer filiados do PSDB.? O deputado Júlio Semeghini fez coro: ?Vocês conseguem hoje acabar com a dúvida se vamos ter candidato. A partir de hoje nem o Geraldo pode mais dizer que não é. Ele vai respeitar a vontade de vocês.?A manifestação teve ataques a Kassab e tucanos que defendem o apoio do PSDB à sua reeleição. Um militante criticou o secretário municipal de Esportes, o tucano Walter Feldman, que distribuiu carta aos filiados defendendo o apoio ao prefeito. As informações são do O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.