Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Michelle Bolsonaro passa por cirurgia para trocar próteses de silicone e recebe visita de Bolsonaro

Segundo o presidente, a primeira-dama já não sente 'muita dor'

Emilly Behnke, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2020 | 22h29

A primeira-dama Michelle Bolsonaro passou por procedimento cirúrgico nesta quinta-feira, 2, para troca de próteses de silicone e correções no músculo do abdome. Por volta de 19h55, o presidente Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada para ir visitar a esposa.

“Ela está bem, acordou bem-humorada, não com muita dor pelo o que senti ali”, disse o presidente ao falar com a imprensa acompanhado do médico responsável pelos procedimentos, realizados no Hospital DF Star.

O médico cirurgião Regis Ramos informou que Michelle está no quarto e em breve poderá andar e se alimentar. “Foi realizada uma cirurgia para corrigir um afastamento do músculo do abdome, em função das duas gestações dela. Na mama foi realizada a retirada de uma cápsula em volta de uma prótese antiga”, informou. As cirurgias corrigiram uma diástase e hérnia umbilical, além da troca de próteses de silicone. Os procedimentos duraram 4h30 e a previsão de alta é no sábado, 4, pela manhã.

Apesar de ser um procedimento estético, o médico disse que com o tempo as próteses de silicone podem causar dor na mama. “O implante dela já tinha mais ou menos 10, 12 anos. Aí é necessária a retirada do implante para colocar um novo”, disse.

A primeira-dama passará a noite na companhia da filha mais velha, Letícia, de 16 anos, segundo informou Bolsonaro. “Amanhã está previsto vir de manhã aqui, trazer a Laura. A previsão é sair 8h30 da Alvorada”, afirmou o presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.