Metalúrgicos paralisam 23 empresas amanhã

O Sindicato dos Metalúrgicos de SãoPaulo vai paralisar nesta segunda-feira, 23 empresas do Grupo 10, que reúne indústrias de funilaria de móveis, lâmpadas eaparelhos elétricos, estamparia de metais, artefatos de ferro,equipamentos médico e odontológicos, rolhas metálicas, mecânica,entre outros. A paralisação começará às 6 horas da manhã e deverá durar cerca de três horas, envolvendo cerca de 8.200 trabalhadores em todas as regiões da cidade.O presidente da entidade, Ramiro de Jesus Pinto,comandará uma assembléia na Ifer Estamparia e Ferramentaria, naRua Cristalino Rolim de Freitas, 291, em Santo Amaro, zona Sulda capital. Segundo a assessoria de imprensa do Sindicato dosMetalúrgicos, a greve é de advertência contra a intransigênciados empresários do setor que ofereceram reajuste salarial deapenas 80% da inflação e não querem renovar as cláusulas que dãogarantia de emprego aos acidentados no trabalho e doentes, quesão cerca de 30% do total de 40 mil trabalhadores.As empresas alvo da paralisação são: Ifer, Twill, Fiel,Dormer Tools, Pacri, Sed, Edwards Lifes, Avino Itala, Mássimo,Antonio Afonso, Cosmetal, Helfont, GTC, Fevap, Artok,Metalúrgica Projeto, Helsten, New Lyne, Matarazzo/Rimet, SantaLuzia, Fran C onsertos de Autos, TT Terminais Técnicos e Raven.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.