Silvana Garzaro/ Estadão
Silvana Garzaro/ Estadão

Mesmo sem garantia de Temer, Marta abre pré-campanha em São Paulo

Senadora do PMDB tem usado seu perfil político em rede social para preparar provável candidatura à Prefeitura

Ricardo Chapola, O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2016 | 03h00

SÃO PAULO - A senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) começou a fazer um trabalho de pré-campanha nas redes sociais para preparar sua provável candidatura à Prefeitura de São Paulo nas eleições deste ano. O movimento teve início neste mês, quando a senadora repaginou praticamente todo o seu perfil político do Facebook – que conta com mais de 81,1 mil seguidores. Entre as principais mudanças está o logotipo criado pela equipe da senadora: um mapa do Estado predominantemente alaranjado seguido com o nome da parlamentar e o ano de 2016. 

Além do logo, Marta também lançou um desenho de si mesma, que acompanha uma série de postagens feitas pela senadora desde o início de janeiro. 

Marta ainda não é a candidata oficial do PMDB, embora seja a favorita dentro do partido. O secretário municipal de Educação, Gabriel Chalita (PMDB), também almeja a vaga, mas está isolado no partido. O PMDB integra o governo Fernando Haddad (PT), que disputa a reeleição. Em novembro do ano passado, a senadora já havia afirmado publicamente ser a candidata do PMDB durante evento em São Paulo. O vice-presidente Michel Temer – que preside nacionalmente a legenda – ainda não deu garantias de que Marta será a candidata do partido nas eleições deste ano. 

Na página do Facebook, Marta faz críticas à gestão Haddad. No dia 20 de janeiro, por exemplo, ela publicou uma charge com a mensagem: “Haddad piorou o sistema de Saúde de São Paulo”. A imagem aparece com logotipo com o nome da senadora. 

Dois dias depois, a parlamentar voltou a atacar o prefeito. Marta postou uma foto de uma placa em que a Prefeitura anunciava a criação de uma ciclovia, acompanhada com o seguinte texto: “#CicloTinta do Haddad, além de não ser planejada, custa caro”. A foto também aparece com o logo da peemedebista.

A postagem mais recente foi feita nesta segunda-feira, 25. Marta publicou um vídeo em homenagem ao aniversário de 462 anos da cidade no qual ela aparece afirmando “ter muita esperança” para o município. No fim da gravação, surge na tela o cartoon de Marta fazendo sinal de positivo, junto a uma foto do Parque do Ibirapuera como pano de fundo e o logotipo da peemedebista em destaque. 

A senadora tem também um perfil pessoal no Facebook, com o nome “Marta Suplicy”. Ao contrário da conta pessoal, a senadora omitiu o sobrenome no seu perfil político, criado em 2010. Naquele ano, Marta se elegeu senadora pelo PT e também não usou o seu sobrenome durante a campanha. 

Marta se desfiliou do partido em abril do ano passado. A senadora tem esse sobrenome, pois já foi casada com o atual secretário de Direitos Humanos do governo Haddad, Eduardo Suplicy (PT-SP). Eles estão divorciados desde 2001. 

PSDB. Dois tucanos também já iniciaram um movimento semelhante ao de Marta nas redes sociais. O vereador Andrea Matarazzo e o empresário João Doria Jr. usam a internet desde o ano passado para divulgar a imagem de cada um. Os dois tucanos disputam com o deputado federal Ricardo Tripoli a vaga de candidato do PSDB à Prefeitura. O partido vai decidir o nome de seu candidato no dia 28 de fevereiro. 

Na página de Matarazzo, que conta com cerca de 39 mil seguidores, o vereador divulga agendas de pré-campanha e também promove seu logotipo: uma versão estilizada de seu sobrenome. Doria já tem slogan: “Acelera SP”. O empresário também utiliza a página, com mais de 167 mil seguidores, para fazer propaganda pessoal. Além de turbinar o slogan, o empresário faz críticas ao prefeito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.