Mesmo com crise, Lula afasta cortes em projetos sociais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que, num eventual agravamento da crise financeira internacional, o governo não fará cortes nos programas sociais, especialmente, no Bolsa Família. "Companheiros, estejam seguros de que, se tiver uma crise mais forte, a gente pode até não aumentar o benefício, mas podem ter certeza de que não haverá crise no mundo que me faça tirar um centavo dos pobres que estão recebendo (o benefício) neste instante no País", disse. A declaração do presidente foi feita durante evento de entrega dos prêmios de gestão do Bolsa Família e de Programas de Segurança Alimentar e Nutricional, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social, em Brasília. Ainda na defesa dos programas sociais, Lula disse que cada centavo investido em programas como o Bolsa Família, o governo está transferindo R$ 1 no investimento para que as pessoas sejam cidadãs.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.