Mesmo com cenário indefinido, Richa antecipa secretário

Apesar de ter visto nas últimas pesquisas uma redução na margem de liderança que vinha mantendo para o governo do Paraná, o candidato do PSDB, Beto Richa, declarou hoje, em entrevista à Rede Paranaense de Comunicação (RPC), que já escolheu o secretário de Educação de um possível governo comandado por ele. "Sendo eleito, se o povo me honrar e me der a felicidade de ser governador deste Estado, o meu secretário de Educação vai se chamar Flávio Arns", afirmou.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

14 de setembro de 2010 | 16h04

"Seria uma hipocrisia qualquer candidato ao governo do Estado dizer que já não está pensando numa pessoa para ser seu secretário desta ou daquela área, porque conhece a pessoa, sabe da sua especialidade, dos seus compromissos, uma pessoa que já seja conceituada no meio", justificou Richa.

Pesquisa Ibope divulgada na quinta-feira passada mostra que a diferença entre os principais candidatos ao governo do Paraná - Richa e Osmar Dias (PDT) -, que chegou a 16 pontos porcentuais na sondagem do dia 26 de agosto, diminuiu para nove pontos porcentuais. Pelos recentes números, Richa caiu de 50% das intenções de voto para 47%, enquanto Dias subiu de 34% para 38%.

Sobrinho da fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns, falecida em 12 de janeiro deste ano vítima do terremoto que destruiu grande parte de Porto Príncipe, no Haiti, Flávio é também candidato a vice-governador na chapa de Richa. Eleito senador pelo PT, ele desentendeu-se com a legenda e, em outubro do ano passado, voltou ao PSDB, seu primeiro partido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.