Mesa do Senado arquiva representação contra Azeredo

A Mesa do Senado decidiu, por unanimidade, arquivar a representação contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) pela acusação de ter se beneficiado em 1998 do esquema do mensalão mineiro, como é conhecido o esquema de caixa dois administrado pelo empresário Marcos Valério. Os senadores que integram a Mesa Diretora entenderam que o episódio ocorreu fora do mandato parlamentar, já foi examinado pelo Conselho de Ética do Senado e se encontra sob análise no Ministério Público Federal. "Achamos que o processo está devidamente encaminhado", afirmou o senador Cesar Borges (PR-BA). No caso do Azeredo, parecer da consultoria jurídica do Senado concluiu que a denúncia contra o senador refere-se a fato ocorrido antes de seu mandato parlamentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.