Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Mesa Diretora da Câmara descarta intervenção federal no DF

'Câmara Legislativa entende que não existem razões para decretação de intervenção federal', diz nota

estadao.com.br,

12 de fevereiro de 2010 | 14h52

Após reunião desta sexta-feira, 12, de 15 deputados distritais, na sala da Presidência da Câmara, a Mesa Diretora divulgou nota pública na qual confirma informações já prestadas por parlamentares à saída do encontro e se posiciona com relação ao pedido de intervenção federal no Distrito Federal, encaminhado ao Supremo Tribunal de Contas (STF) pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. O encontro aconteceu a portas fechadas.

 

Veja também:

link Um dos foragidos no caso Arruda se apresenta a PF; restam dois

linkReunião de Paulo Octávio com deputados distritais é cancelada

link OAB-DF vai pedir novo impeachment de Paulo Octavio

blog  Blog do Bosco: Arruda se licencia para evitar intervenção

especial Entenda a operação Caixa de Pandora

 

"A Câmara Legislativa entende que não existem razões para decretação de intervenção federal, haja vista as medidas efetivadas no sentido de garantir o processo de apuração dos fatos e punição dos que comprovadamente estiverem envolvidos", diz a nota.

 

O documento anuncia oficialmente a reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para 10 horas da próxima quinta-feira, 18, e, em seguida, às 11 horas, reunião de todos os parlamentares para compor a CPI da Codeplan e a Comissão Especial que ficará encarregada de analisar os pedidos de impeachment contra Roberto Arruda, após aprovada a admissibilidade pela CCJ. A reunião de 11 horas também irá "debater a questão dos pareceres sobre os processos de quebra de decoro parlamentar".

 

Com informações da Câmara Legislativa do Distrito Federal

Tudo o que sabemos sobre:
DFdeputadosArrudaCPImensaão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.