Mercado mostra falta de confiança no governo, diz Agripino

O líder do PFL no Senado, José Agripino (RN), disse que a instabilidade provocada no mercado financeiro pela promessa da apresentação de um documento pelo senador Almeida Lima (PDT-SE) ligando o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, a seu ex-assessor Waldomiro Diniz mostra "que o governo está inseguro e que o mercado não confia no governo". Segundo o líder, é preciso esclarecer de uma vez por todas as questões relativas ao alcance do envolvimento de Waldomiro com o governo. Agripino ignorou completamente as denúncias de Almeida Lima durante seu pronunciamento no plenário, mas defendeu a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o caso Waldomiro como um item da chamada agenda positiva, defendida pelo governo. Segundo o líder, além da recuperação econômica, o País quer também o restabelecimento da ética do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.