Mercadante: TSE será ouvido ainda hoje sobre plebiscito

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse no início da tarde desta quarta-feira, 26, que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá ser ouvido ainda hoje para discutir quando deve ser feito o plebiscito sobre a reforma política. O plebiscito é uma forma de o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional responderem às manifestações que tomam conta das ruas das principais cidades do País.

RAFAEL MORAES MOURA E TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

26 Junho 2013 | 13h10

"O TSE será ouvido ainda hoje, porque há um problema logístico, operacional pra poder construir todos os procedimentos. Temos um sistema fácil de ser planejado. Agora é uma questão de correr contra o tempo para implementar essa estrutura operacional", disse Mercadante a jornalistas no Palácio do Planalto.

"Todos os partidos serão formalmente convidados a apresentar suas propostas (para o plebiscito). Todos os partidos poderão encaminhar suas propostas e ela (Dilma) fará reunião com presidentes de partidos e lideranças da Câmara e do Senado, de governo e oposição. Queremos que todos possam contribuir com suas sugestões", afirmou o ministro.

De acordo com Mercadante, a intenção do Palácio do Planalto é viabilizar o plebiscito de forma que as mudanças já ocorram nas eleições do ano que vem, mas antes é preciso "verificar se operacionalmente" há a possibilidade de o plebiscito ocorrer a tempo.

Mais conteúdo sobre:
plebiscito Planalto Mercadante TSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.