Mercadante reafirma que não concorrerá em 2014

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, reafirmou nesta quinta-feira que continua valendo a decisão de não concorrer às próximas eleições. "Minha definição já é publica, eu permanecerei no Ministério da Educação. Quem diz que a educação é prioridade tem que demonstrar que é prioridade", disse, após cerimônia no ministério.

LAÍS ALEGRETTI, Agência Estado

09 de maio de 2013 | 17h09

O nome de Mercadante chegou a ser cogitado para ser o candidato do PT na próxima disputa pelo governo paulista. Há poucos dias, o ministro enviou ao direção estadual do PT em São Paulo uma carta comunicando que não é mais pré-candidato ao governo do Estado.

Nesta tarde Mercadante lançou um programa de bolsa de estudos para incentivar a conclusão do curso superior de alunos de instituições federais em situação de vulnerabilidade socioeconômica, além de estudantes indígenas e quilombolas. Antes do evento, Mercadante participou de almoço com a presidente Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além do presidente do PT, Rui Falcão, no Palácio da Alvorada.

Tudo o que sabemos sobre:
Mercadanteeleições 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.