Mercadante quer mandato de 2 anos a diretor do Senado

O líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP), apresentou na tarde de hoje um projeto de resolução para fixar o mandato de dois anos para o diretor-geral da Casa. "Temos mandato para presidência do Senado, para as comissões e o diretor também precisa ter seu mandato", disse. A proposta de Mercadante estabelece mandato de dois anos, renovável por até mais dois anos e cria uma quarentena. Ou seja, o titular do cargo terá de ficar quatro anos fora do cargo se desejar desempenhar a mesma função. "Precisamos mecanismos para não construir vícios administrativos", disse. Mercadante apresentou o projeto horas depois de o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afastar definitivamente Agaciel Maia do cargo de diretor-geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.