Mercadante promete incentivo no combate à guerra fiscal

O senador e candidato ao governo paulista, Aloizio Mercadante (PT), prometeu, durante jantar com políticos e empresários em São José do Rio Preto (SP), na noite de ontem, conceder incentivos fiscais para evitar que indústrias troquem São Paulo por outros estados que oferecem benefícios tributários, a chamada guerra fiscal.

GUSTAVO PORTO, Agência Estado

08 Julho 2010 | 01h24

"Não vou assistir outros estados tirarem empresas daqui porque o governo não tem pulso", disse o candidato numa crítica direta ao PSDB. "Tirar empresas por guerra fiscal acabará no meu governo", completou em discurso.

Mercadante citou, no entanto, que os incentivos fiscais "seguirão vocações regionais", o que pode sinalizar que os benefícios não serão dados para todas as empresas. Após o jantar, o candidato deixou o local do evento sem falar com a imprensa e nem detalhar a proposta feita.

Além de voltar criticar os altos preços dos pedágios em São Paulo e de prometer a revisão dos contratos de concessão de rodovias para reduzir os valores, Mercadante afirmou que irá retomar investimentos em ferrovias no interior paulista, região que mereceu destaque em seu discurso.

"Vamos fazer uma marcha de desenvolvimento para o interior paulista", prometeu. Segundo ele, há uma concentração intensa de pessoas nas regiões metropolitanas de Campinas e São Paulo, enquanto 218 cidades do Estado tiveram um decréscimo na população.

Mais conteúdo sobre:
Eleições 2010 Mercadante incentivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.