Mercadante: Netinho será 'um mano senador'

Senador do PT e vereador do PCdoB participaram de eventos da pré-campanha em SP

Roberto Almeida, Agência Estado

07 Maio 2010 | 11h02

 

SÃO PAULO - Lado a lado pela primeira vez em eventos da pré-campanha petista ao governo de São Paulo, o senador Aloizio Mercadante e o vereador Netinho de Paula (PC do B), pré-candidato ao Senado na chapa, estiveram juntos nesta quinta-feira, 6, em Campinas e Santa Bárbara d'Oeste, interior paulista. "Sou seu fã", anotou Netinho. "Ele não será apenas um nobre senador, mas um mano senador", emendou Mercadante.

 

A troca de afagos entre os dois, nas apresentações antes de um café da manhã com sindicalistas em Campinas, foi o pontapé inicial de uma procissão marcada para esta sexta-feira, 7, na região metropolitana de São Paulo. Eles devem percorrer juntos os municípios de Itapevi, Jandira, Barueri e Carapicuíba - onde Netinho começou sua carreira artística - e consolidar as candidaturas entre o eleitorado de baixa renda.

 

Neste sábado, 8, com o intuito de se contrapor ao "fim de semana tucano" com a festa de lançamento de Geraldo Alckmin (PSDB) ao Palácio dos Bandeirantes, ambos estarão juntos novamente em Limeira para o Encontro Estadual do PDT.

 

Chapa

 

Netinho deve ser o segundo nome para o Senado na chapa petista, ao lado de Marta Suplicy. O PT paulista ventilava a possibilidade de oferecer a vaga para o ex-tucano Gabriel Chalita (PSB).

 

Mercadante, porém, negou que haja uma decisão final. "Nós ainda não definimos. O PC do B vai lançá-lo ao Senado, mas estamos mantendo uma porta aberta para outros partidos que tem sinalizado a possibilidade de aliança e também o PSB", afirmou o pré-candidato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.