Mercadante critica saída de Serra da prefeitura

O líder do governo no Senado e pré-candidato do PT à sucessão estadual, Aloizio Mercadante, criticou a atitude do ex-prefeito José Serra (PSDB), que renunciou nesta sexta-feira ao mandato para disputar o governo paulista. "A partir de hoje, com o Serra, a gente nunca sabe", afirmou, indignado, fazendo ironia com o nome do novo prefeito, Gilberto Kassab (PFL)."Kassab nunca seria eleito em São Paulo, era homem forte do governo Pitta", disse. "Hoje é o dia do golpe e amanhã o dia da mentira, já que Serra disse reiteradas vezes, assinou documento sustentando que não sairia do cargo. Ele passou um cheque sem fundo à cidade. Acho muito grave o que ele fez e vai responder por isso." Na avaliação de Mercadante, que disputa com a ex-prefeita Marta Suplicy o direito de representar o PT na corrida paulista, a renúncia de Serra terá peso decisivo e negativo em seus índices de intenção de voto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.