Mercadante confirma que deve integrar CPI da Petrobras

O líder do PT no Senado disse que o bloco governista ainda não fechou os nomes dos integrantes da CPI

Leonardo Goy, de O Estado de S. Paulo,

19 de maio de 2009 | 18h48

O líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP), disse nesta terça-feira, 19, que o bloco governista ainda não fechou os nomes dos integrantes da CPI da Petrobras. Ele ressaltou, porém, que deverá pessoalmente integrar a comissão. "Eu devo estar na CPI", disse. Mercadante também informou que os demais nomes do bloco governista na CPI deverão ser definidos ainda nesta terça. "Devemos fechar isso daqui a no máximo uma hora e meia. Eu só preciso falar com mais dois senadores", disse, em rápida entrevista à imprensa no plenário do Senado. O bloco governista é formado por PT, PSB, PCdoB, PR e PRB.

 

Veja também:

linkGoverno vai montar 'tropa de choque' para CPI da Petrobras

linkPSDB já tem 3 nomes para CPI da Petrobras, diz Virgílio

linkGoverno não monta 'tropa de choque' para CPI, diz Múcio

link'Será uma CPI de defesa da Petrobras', diz líder do PSDB

linkBase descuida e oposição cria CPI da Petrobras

link MP pede investigação à manobra contábil da Petrobras

especialVeja o que será apurado pela CPI da Petrobras

 

Segundo Mercadante, o PT deverá ter dois titulares e um suplente na CPI, enquanto os outros partidos do bloco deverão indicar no total um titular e um suplente.

 

Com relação à disputa pela presidência e relatoria da CPI, Mercadante disse que prefere esperar a definição dos indicador do PMDB. O PMDB, porém, não deve fechar hoje a lista de seus nomes, mas o provável é que isso aconteça até o final dessa semana.

 

Questionado sobre se há espaço para que o governo negocie com a oposição a presidência ou a relatoria, Mercadante disse que ainda é preciso aguardar que todos os partidos façam suas indicações. "Primeiro, precisamos definir os nossos nomes", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.