Mercadante aposta no apoio de Lula para avançar em SP

Na última pesquisa Ibope, o candidato do PT subiu de 14% para 23% das intenções de voto

Brás Henrique e Gustavo Porto, de O Estado de S.Paulo,

28 de agosto de 2010 | 13h42

RIBEIRÃO PRETO - O candidato do PT ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, disse neste sábado, 28, em Ribeirão Preto (SP), que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva será um importante militante de sua campanha para ir ao segundo turno contra Geraldo Alckmin (PSDB).

Na última pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, Mercadante subiu de 14% para 23% das intenções de voto, enquanto o tucano caiu de 50% para 47%. "Vamos manter os pés no chão e trabalhar com humildade, seriedade e olhando para 3 de outubro, que é a única pesquisa que vale", disse Mercadante, durante inauguração de um comitê suprapartidário seu e da presidenciável Dilma Rousseff (PT). O apoio da petista também deverá ajudá-lo, segundo Mercadante.

O candidato mostrou-se otimista levar a disputa ao segundo turno, ao refletir sobre o resultado da pesquisa. "Estamos colhendo o que plantamos ao longo do governo Lula, que tem uma avaliação espetacular que está refletindo em todo o Brasil para todos os candidatos que representam esse projeto nessas eleições", destacou.

O senador petista comentou que Dilma disparou na disputa presidencial, que sua vitória está se consolidando no primeiro turno, mas que o embate ainda não está definido. E na disputa estadual enfatizou que está tendo um crescimento sólido após o início do horário gratuito pela televisão.

Para Mercadante, o eleitor define primeiro o voto a presidente e depois começa a pensar para governador, e isso deverá ajudá-lo a consolidar a sua candidatura.

Antes de seguir para a Festa do Peão de Boiadeiro, de Barretos (SP), fez um breve discurso para militantes petistas, sempre lembrando do governo Lula. Há duas semanas, Mercadante já apostava no crescimento de sua campanha com a participação do presidente do País e espera o novo apoio nos próximos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesMercadanteLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.