Mercadante acredita em acordo entre PT e PMDB em SP

O senador Aloizio Mercadante (PT-SP) afirmou hoje que ainda tem esperanças em um acordo que possibilite ao PT e ao PMDB saírem unidos nas eleições municipais deste ano na capital paulista. "Estamos trabalhando para isso, pois essa é uma aliança muito importante e estratégica para nós", reiterou ele, apesar da garantia dada à Agência Estado, nessa semana, pelo presidente nacional do PMDB, Michel Temer, de que lançará sua candidatura à prefeitura neste sábado.Mercadante alegou que o PMDB nacional está coeso no sentido de se aliar ao PT em vários municípios estratégicos para os dois partidos. "Por esse motivo, ainda estamos buscando alternativas que possibilitem uma aliança em São Paulo, quem sabe ainda no primeiro turno. Caso isso não seja possível, com certeza estaremos juntos no segundo turno", complementou.O PMDB e o PT negociavam sair juntos na disputa em São Paulo desde outubro do ano passado. A legenda de Temer e Orestes Quércia pleiteava o cargo de vice na chapa encabeçada pela prefeita Marta Suplicy, candidata à reeleição. O acordo foi suspenso, porém, porque a prefeita insiste que o vice na sua chapa seja o atual secretário municipal de governo, Rui Falcão. Fontes ligadas ao processo eleitoral na capital alegam, contudo, que o PMDB pode vir a ser contemplado com importantes secretarias, como a de Habitação, caso feche acordo com o PT ainda no primeiro turno dessas eleições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.