Mensalão: Valério vira réu por crime de corrupção ativa

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por unanimidade, abrir o processo por corrupção ativa contra o empresário Marcos Valério, acusado de ser o operador do suposto mensalão. As acusações contra Valério envolvem os partidos políticos cujos representantes hoje tiveram processo aberto por corrupção passiva (PL, PP, PTB e PMDB). Os ministros ainda vão decidir sobre os processos contra sócios e funcionários de Valério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.