Mensalão: relator aceita denúncia contra deputado do PP

O ministro Joaquim Barbosa, relator do caso do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), proferiu voto favorável ao acolhimento da denúncia do procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, a respeito da suposta participação do deputado federal Pedro Henry (PP-MT) e de mais dois ex-deputados federais e um assessor do PP no esquema. Ele defende que também passem a ser réus do processo os ex-deputados Pedro Corrêa e José Janene, além do assessor João Cláudio Genu. A denúncia diz respeito aos crimes de formação de quadrilha, corrupção passiva (desvio de verbas públicas praticado por funcionário governamental) e lavagem de dinheiro. No momento, os outros nove ministros do STF analisam o voto do relator.Joaquim Barbosa também proferiu voto favorável à abertura de processo contra Enivaldo Quadrado, Breno Fischberg e Carlos Alberto Quaglia, ligados à corretora Bônus-Banval, apontada como canal usado pelo publicitário Marcos Valério para repassar dinheiro ao PP. O ministro quer que eles sejam processados por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.