Mensalão: Marcos Valério diz que provará inocência

Réu em cinco denúncias no processo do mensalão no Supremo Tribunal federal (STF), o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza diz que irá provar "que não cometeu os atos ilícitos que ora lhe são imputados". Em nota divulgada hoje por sua assessoria de imprensa, Valério diz confiar na Justiça e afirma que vai responder ao indiciamento "nas esferas competentes, sempre que for convocado, como sempre o fez". O empresário, mais uma vez, evitou contato com a imprensa.O ex-deputado federal João Magno (PT-MG), que responderá por lavagem de dinheiro, também alegou inocência. "Vou apresentar toda a minha defesa e estou com a consciência tranqüila de que os recursos vieram do PT para mim e não lavei dinheiro". Magno foi acusado de receber R$ 426 mil das contas do empresário Marcos Valério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.