Mensalão: Kátia Rabello e Romeu Queiroz se entregam

A Polícia Federal confirmou que pelo menos quatro condenados que tiveram o mandado de prisão expedido nesta sexta-feira se entregaram na sede da Polícia Federal em Belo Horizonte (MG). São eles: Simone Vasconcelos, Cristiano Paz, Kátia Rabello e Romeu Queiroz.

CARLA ARAÚJO, Agência Estado

15 de novembro de 2013 | 20h42

Simone Vasconcelos, ex-diretora da SMP&B, empresa de Marcos Valério, foi condenada a 12 anos e 7 meses de prisão por corrupção ativa, lavagem de dinheiro, evasão de divisas. Ainda cabe embargo na condenação por formação de quadrilha. Ela estava acompanhada do advogado e não falou à imprensa.

Já Cristiano Paz, sócio de Marcos Valério, foi condenado a 25 anos e 11 meses de detenção por corrupção ativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e peculato. Também ainda cabe embargo na condenação por formação de quadrilha.

A ex-presidente do Banco Rural, Kátia Rabello, foi condenada a 16 anos e 8 meses de prisão por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e evasão de divisas e gestão fraudulenta. O ex-deputado Romeu Queiroz (PTB-MG) foi condenado a 6 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

No total, até o momento sete condenados se entregaram. Além dos quatro que se apresentam na capital de Minas Gerais, o ex-presidente do PT, Jose Genoino, e o ex-ministro José Dirceu já se entregaram em São Paulo. Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL (atual PR), também se entregou em Brasília.

Tudo o que sabemos sobre:
MENSALÃOPRISÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.