Menor é morto por traficante

O menor Paulo Henrique do Amaral Rodrigues, de 15 anos, foi assassinado a tiros, ontem, pelo traficante de drogas e ex-presidiário Roberto Vila. O garoto foi atingido no peito quando tentava defender sua mãe, Maria Lúcia Amaral, de 38 anos, de agressão física praticada por Vila. O enterro foi realizado hoje pela manhã no bairro do Jurunas, em Belém, sob protesto dos moradores. Testemunhas do crime disseram na polícia que o traficante parecia drogado quando apareceu dirigindo um automóvel na praça em frente à residência da vítima. Ao ver sua companheira conhecida por Josi conversando com outras mulheres, Vila passou a espancá-la. Maria Lúcia aproximou-se do acusado e pediu que ele parasse com aquilo. O traficante enfureceu-se ainda mais: deixou Josi de mão por alguns instantes e investiu contra Maria Lúcia. Os gritos da mulher despertaram a atenção de Paulo Henrique, que mesmo pequeno e franzino pediu que Vila não batesse em sua mãe. Sem que ninguém esperasse, o traficante sacou do revólver que trazia embaixo da camisa e fez um disparo contra o menino. Este ainda foi levado a uma clínica, onde já chegou morto. Vila, segundo a polícia, teria fugido para Marabá ou Manaus (AM), onde possui parentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.