Mendes Ribeiro minimiza fala de Jobim sobre 'idiotas'

Parlamentar gaúcho disse que não há crise envolvendo o ministro da Defesa, mas se esquivou de garantir sua permanência no cargo

Tânia Monteiro, da Agência Estado

01 de julho de 2011 | 17h51

BRASÍLIA - O deputado federal Mendes Ribeiro Filho (PMDB-RS) assumiu nesta sexta-feira, 1º, a liderança do governo no Congresso em meio a uma nova crise, desta vez envolvendo declarações do ministro da Defesa, Nelson Jobim. Em entrevista concedida logo após ser confirmado na liderança pela presidente Dilma Rousseff, o parlamentar gaúcho buscou amenizar o episódio e disse que não há crise envolvendo Jobim.

"Por que crise?", questionou o novo líder. Os jornalistas relembraram, então, que o ministro da Defesa disse na quinta-feira, 30, que "há idiotas com quais temos de conviver" e que esse seria o fato causador da crise. "Não foi recado para o governo. O ministro Jobim é muito inteligente", afirmou o novo líder, ao comentar a fala do ministro em cerimônia de homenagem ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O parlamentar gaúcho preferiu mostrar que tem outra opinião sobre a declaração de Jobim. "Mas isso nós também temos. Tu também tens. Mas quais são eles (os idiotas)? Onde estão? Cuidado, porque se descobrirem aqueles que tu achas que são idiotas, tu podes te incomodar, hein? Porque, certamente, tu não confessas quais são. Tu não podes dizer quais. Às vezes estão à nossa volta", declarou.

Questionado se Nelson Jobim estava seguro no cargo, Mendes Ribeiro respondeu: "Primeiro, não sou presidente da República. Segundo, não sou o ministro Nelson Jobim. Terceiro, a grandeza política que a gente vive neste País e a democracia que tivemos a capacidade de alcançar permitem que nós tenhamos a capacidade de avaliar a entrevista do ministro Jobim como alguma coisa próximo da sua inteligência."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.