Mendes critica 'avalanche de ações' no STF e anuncia redução

Na Fiesp, presidente do STF diz que Corte recebeu 60 mil processos este ano contra 100 mil nos anos anteriores

Andréia Sadi, do estadao.com.br,

01 de dezembro de 2008 | 11h40

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, criticou nesta segunda-feira, 1º, a avalanche de processos que chegam a Corte e cobrou a conciliação entre os Poderes para minimizar essa situação. Segundo ele, houve uma redução e atualmente o STF recebe quase 60 mil processos por ano contra 100 mil dos anos anteriores. "Não é necessária uma avalanche de processos para que haja uma boa decisão. Vou anunciar neste fim de ano a queda de distribuição de processos no STF. Vamos fechar o ano em 60 mil, o que é um numero reduzido em comparação aos 100 mil para cada ano. Claro, sem deixar de se pronunciar sobre as questões importantes. É preciso adotar uma nova postura. Temos que fazer um trabalho de catequese e de convencimento a esse esforço", afirmou o ministro em seminário realizado na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Tudo o que sabemos sobre:
Gilmar Mendespresidente do STF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.