Membros do TRT-PB são condenados por superfaturamento

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) condenaram nesta quarta-feira o ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da Paraíba Severino Marcondes Meira e o ex-diretor-geral da instituição Marcelo Monte por superfaturamento na compra de um imóvel em João Pessoa. Os integrantes do TCU decidiram que os dois e o ex-proprietário do imóvel, Antônio Marra, terão de devolver R$ 435 mil aos cofres públicos. Além disso, cada um deles terá de pagar multa de R$ 200 mil.Os ministros concluíram que foram cometidas diversas irregularidades na aquisição de um imóvel em 1995 pelo TRT.Inicialmente, o local era destinado a acolher varas da Justiça do Trabalho. Depois, se transformou em depósito. A defesa sustentou que havia necessidade de comprar o imóvel e não existiu superfaturamento. Em seu voto, o ministro Walton Alencar Rodrigues conclui que "houve locupletamento em prejuízo dos cofres públicos".Ele citou o fato de que o antigo dono comprou o imóvel por R$ 225 mil e, depois de duas semanas, revendeu-o por R$ 710 mil para o TRT.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.