Membros da CPI da Corrupção assistem a depoimento de Feijó

Yeda Crusius teria dito ao vice que "a campanha é o momento de fazer a poupança. Tu está atrapalhando"

Rodrigo Alvares, do estadao.com.br,

01 de outubro de 2009 | 19h25

Sem a presença de testemunhas para depor, os membros da CPI da Corrupção assistiram nesta quinta-feira a um vídeo com trecho do depoimento do vice-governador do Rio Grande do Sul, Paulo Feijó (DEM), ao Ministério Público Federal em agosto deste ano. O relator, deputado Coffy Rodrigues (PSDB), retirou-se da sessão. Da base do governo, apenas os deputados Iradir Pietroski (PTB) e Sandro Boka (PMDB) permaneceram no Plenarinho da Assembleia Legislativa durante a exibição.

 

Feijó falou sobre a arrecadação de recursos para a campanha eleitoral para o governo do Estado e as pressões que teria sofrido para renunciar ao cargo por não concordar com a forma como isso ocorria. "Eu não estava confortável com essa situação, independente se era legal ou não. Me disseram que campanha é o momento de fazer a poupança. Tu não é deste ramo e está atrapalhando o processo", afirmou Feijó. Questionado sobre quem lhe teria dito que campanha seria o momento de fazer a poupança, o vice-governador foi enfático: "A candidata Yeda Crusius".

 

Assista aqui ao depoimento do vice-governador do RS, Paulo Feijó

 

Veja Também:

linkOposição ouve autores do pedido de impeachment de Yeda

linkAliados de Yeda dominam comissão que avalia impeachment

linkLeia a cronologia do caso Yeda Crusius

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.