Mello assume Presidência e não vê "pepino" pela frente

O presidente da República em exercício, Marco Aurélio Mello, garantiu, ainda na Base Aérea de Brasília, onde se despediu do presidente Fernando Henrique Cardoso, que durante sua interinidade na Presidência da República não haverá surpresas. Da Base Aérea, ele segue direto para o Palácio do Planalto, mas disse que não sentará na cadeira do presidente. Mello prefere reverenciá-la e observá-la.Ao embarcar para a viagem de sete dias à Espanha e Itália, o presidente Fernando Henrique, segundo Mello, desejou-lhe sorte. "Isso significa que não tem nenhum pepino pela frente", avaliou. Com relação a CPMF, Marco Aurélio Mello disse ter a certeza de que o Senado vai aprovar a emenda constitucional. "O presidente já fez o apelo e as medidas mais drásticas que tinham que ser tomadas (cortes no orçamento) já foram anunciadas", lembrou Mello.Mello, que é presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), assumiu interinamente a presidência da República durante a viagem de Fernando Henrique à Europa porque o vice-presidente, Marco Maciel, está atualmente em visita à Suécia; e os presidentes da Câmara e do Congresso também estão fora do País. o presidente do Supremo é o seguinte na linha sucessória.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.