Meirelles reitera silêncio sobre possível candidatura

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, repetiu neste sábado que só anunciará a decisão a respeito de uma possível candidatura no final de março, no limite do prazo definido pela Justiça Eleitoral para a desincompatibilização de cargos públicos.

REUTERS

06 de fevereiro de 2010 | 12h52

"A minha absoluta atenção no momento até o começo de abril é o Banco Central. E eu tenho compromisso como presidente", disse Meirelles a jornalistas ao deixar a convenção nacional do PMDB.

"No final de março, aí sim, eu devo pensar e tomar uma decisão. Se fico no BC ou se vou contemplar alguma via eleitoral."

Meirelles, presidente do BC desde o início do primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, filiou-se ao PMDB em setembro do ano passado em meio a especulações de que poderia disputar o governo de Goiás, uma cadeiras no Senado ou até a vice-presidência na chapa de Dilma Roussef (PT).

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Mais conteúdo sobre:
POLITICAMEIRELLESPMDB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.