Meirelles diz que, se for candidato, deixa BC em 1º de abril

Se não se candidatar a cargo eletivo, Meirelles disse que fica à frente do BC até 31 de dezembro de 2010

Renata Veríssimo e Fabio Graner, de O Estado de S.Paulo,

27 de outubro de 2009 | 16h45

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse há pouco que, se decidir "pela via eleitoral", deixará o cargo no dia 1º de abril de 2010. Caso a decisão seja a de não se candidatar a um cargo eletivo, Meirelles afirmou que permanecerá à frente do BC até 31 de dezembro de 2010. "O meu compromisso com o presidente Lula é de tomar uma decisão sobre o meu futuro, se for buscar a via eleitoral, em março de 2010", disse, ao participar de seminário promovido pela bancada do PMDB na Câmara dos Deputados, partido ao qual Meirelles se filiou este ano. Meirelles é cotado para disputar o governo de Goiás.

Tudo o que sabemos sobre:
Henrique Meirelleseleições 2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.