Meirelles diz que decisão sobre filiação sairá até 2 de outubro

Presidente do Banco Central estuda a possibilidade de se lançar candidato ao governo de Goiás em 2010

Lucinda Pinto, da Agência Estado,

21 de setembro de 2009 | 15h23

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira que tomará decisão sobre eventual filiação a partido político até o dia 2 de outubro. Meirelles estuda a possibilidade de se lançar candidato ao governo de Goiás em 2010.

 

Indagado se levaria em consideração o pedido que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria feito para que ele permanecesse à frente do BC até final de 2010, Meirelles respondeu: "essa é uma opinião e um pedido, evidentemente eu tenho a maior consideração, o maior respeito, não só por ser o presidente de República, mas por ser o presidente com maior índice de aprovação e por ser um amigo pessoal", afirmou.

 

Meirelles foi deputado federal eleito pelo PSDB em Goiás antes de assumir o Banco Central. Um dos partidos interessados na sua filiação é o PP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.