Médicos informam morte cerebral de senador Jonas Pinheiro

O democrata iniciou na política o atual governador de Mato Grosso, Blairo e está no seu segundo mandato

REUTERS

18 de fevereiro de 2008 | 17h34

Boletim médico do Hospital Amecor, de Cuiabá, informou na tarde desta segunda-feira a morte cerebral do senador Jonas Pinheiro (DEM-MT), uma das lideranças do agronegócio brasileiro. "Apresenta-se em coma arreativo, com arreflexia de tronco cerebral e evolui, hoje, para morte encefálica", atesta documento assinado pelos médicos cardiologistas Ubirajara Lupoli Barbosa e Gentil Farrath Júnior e pelo nefrologista, Osvaldo Rabel Filho. Pinheiro, que iniciou na política o atual governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), está no seu segundo mandato consecutivo como senador. Ele foi também deputado federal por três vezes. O senador, de 67 anos, está internado há uma semana na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital devido a uma arritmia cardíaca que evoluiu para coma e perda de reflexo no tronco cerebral. O senador tem dois filhos com a ex-deputada federal Celcita Pinheiro (DEM), atual secretária de Assistência Social e Desenvolvimento Humano da prefeitura de Cuiabá.

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICASENADORMORTECERBRAL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.