Médicos afastam hipótese de Sars em menino chinês

A equipe médica do Hospital das Clínicas da Unicamp que examinou o menino chinês de 4 anos, que esteve na China em março e apresentousintomas de pneumonia, praticamente afastou a hipótese de se tratar da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars).Em relatório enviado nesta quinta à Secretaria deEstado da Saúde, os médicos informam não ter encontrado o vírus no organismo do garoto. Tampouco foi constatado, durante o exame, quadro característico de pneumonia. O menino não apresentava febre alta e outros sintomas próprios da doença.O secretário de Saúde de Sorocaba, Vítor Lippi, disse que é possível que jamais se saiba se o garoto teve ou não a Sars. Segundo ele, as medidas recomendadas pela secretaria estadual continuam sendo seguidas, mesmo porque alguns exames ainda não ficaram prontos. O garoto e sua família continuavam em isolamento domiciliar,nesta quinta-feira, em Sorocaba.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.