Maturidade política favorece diálogo, diz Lula

Em seu discurso nas comemorações da Proclamação da República, em Maceió, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o "maior feito do Brasil será apresentar ao mundo um crescimento sustentável e transformador, que funcione como alavanca de inclusão social".Para o presidente, é preciso combinar a democracia política com a econômica e social. "Voltamos a crescer com estabilidade. A balança comercial bate recordes. Diminui a vulnerabilidade externa", afirmou, acrescentado que a maturidade política favorece o diálogo."O Brasil sabe gerar riqueza e está ampliando fortemente a sua escala produtiva, mas precisa também distribuir melhor essa riqueza, gerando oportunidade para todos", afirmou. O presidente ressaltou também que o Brasil foi injusto ao longo dos 115 anos de República."Nossa desigualdade não desconcerta apenas pela magnitude mas pela persistência", completou, o presidente que, desta vez, fez um único improviso no discurso, assim mesmo para responder aos protestos de estudantes durante a cerimônia.No final, o presidente procurou deixar uma mensagem otimista. "O Brasil aprendeu a não gastar mais do que produz e a investir bem os recursos de que dispõe, promovendo cada vez maior inclusão social. O emprego se recupera e a esperança, de novo, é a nossa aliada", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.