Marzagão define cúpula da Secretaria de Segurança Pública

O futuro secretário de Segurança Pública do governo José Serra (PSDB), Ronaldo Marzagão, divulgou nesta segunda-feira o nome dos seus principais colaboradores. A equipe integrará a cúpula da Segurança Pública do Estado de São Paulo. Para a secretaria-adjunta, o escolhido foi Lauro Malheiros Neto, advogado, com pós-graduação em Direito Penal pela Faculdade Metropolitanas Unidas (FMU) e pós-graduação em Direito Penal Econômico Europeu pela Universidade de Coimbra. Ex-delegado, Malheiros Neto já atuou no Departamento de Polícia Judiciária da Capital (DECAP), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e no Departamento de Investigação sobre o Narcotráfico (DENARC).Para a Delegacia-Geral de Polícia, o indicado é o delegado de polícia de classe especial, Mário Jordão Toledo Leme. Toledo Leme ingressou na carreira em 1988, é professor concursado da Academia de Polícia Civil de São Paulo e foi secretário-adjunto da Secretaria de Administração Penitenciária de SP entre 1999 e 2000. Na gestão Serra, o Comandante-Geral da Polícia Militar será o coronel Roberto Antonio Diniz, que desde setembro deste ano exerce o comando do Policiamento Rodoviário CPRv. Diniz também já foi comandante da CPI 3, na região de Ribeirão Preto.Já na Superintendência da Polícia Técnico-Científica, Marzagão decidiu manter o atual titular, Celso Perioli, que é perito criminal desde 1976, com formação no Curso Superior de Criminalística da Polícia Civil de São Paulo. Perioli é coordenador da Superintendência da Polícia Técnico Científica do Estado desde 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.