Pedro França/Agência Senado/Divulgação
Pedro França/Agência Senado/Divulgação

Marta volta a criticar PT e governo por insensibilidade e 'intervencionismo atrapalhado'

Ex-ministra usou sua conta em rede social para comentar a vitória de Eduardo Cunha na Câmara

José Roberto Castro, O Estado de S. Paulo

02 Fevereiro 2015 | 11h03

São Paulo- Menos de 24 horas depois de o PT perder a eleição na Câmara dos Deputados, a senadora Marta Suplicy, voltou a criticar seu partido e o governo. Em curto comentário postado no Facebook, Marta disse que a derrota, chamada por ela de "inusitada", foi causada por "falta de sensibilidade".

"O intervencionismo do governo, indevido e atrapalhado, impôs a si próprio o papel de perdedor antecipado. Prenúncio de crise e dificuldades com o Congresso Nacional", escreveu Marta.

Ocorreu neste domingo eleições para a presidência do Senado com a vitória de Renan Calheiros, eleito pela quarta vez, e da Câmara dos Deputados, onde Eduardo Cunha saiu vencedor sobre o candidato do PT, Arlindo Chinaglia.

A senadora vem fazendo seguidas críticas ao governo e ao PT e parece cada dia mais distante do partido. No PT, as críticas vêm causando descontentamento e até dirigentes favoráveis à reaproximação admitem que o distanciamento cresce.

O PDT já se ofereceu para receber a senadora, mas caso Marta deixe mesmo o PT, pode escolher siglas da oposição, como o Solidariedade ou o PSB. 

Mais conteúdo sobre:
Marta Suplicy Eduardo Cunha

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.