Marta tenta amenizar benefício ao PSDB

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), tentou amenizar a possibilidade de que o PSDB seja beneficiado nas eleições de 2002 devido à parceria acertada com prefeitura petista. Ontem, o governador em exercício, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou investimento de R$ 180 milhões na capital paulista para ações propostas pelo município, entre elas a construção de piscinões, casas populares e Centros de Detenção Provisória (CDPs). "Quem vai se beneficiar é o cidadão e eu fiquei bem contente com a atitude (do governo do Estado). Acho que a nossa iniciativa de ir buscar a parceria é o que conta", afirmou Marta.As parcerias escolhidas pelo governo tucano excluem as principais promessas de campanha de Marta, como o programa Renda Mínima (que complementa a renda de famílias carentes). Entre os projetos sociais da prefeita, o único que deverá receber apoio do governo tucano é o Banco do Povo (financiamento subsidiado para pequenos empresários), já implementados pelo governador licenciado, Mário Covas (PSDB), e por Alckmin, em 80 municípios do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.