Marta Suplicy e Luiz Marinho deixam cargo para se candidatar

Vice já assinou a exoneração dos dois ministros; Marta deve disputar em SP e Marinho, em São Bernardo

da Redação,

03 de junho de 2008 | 20h51

O presidente em exercício José Alencar assinou na noite desta terça-feira, 3, os pedidos de exoneração dos ministros da Previdência, Luiz Marinho, e do Turismo, Marta Suplicy. Os dois deixam os cargos para concorrerem às prefeituras de São Bernardo do Campo (SP) e de São Paulo, respectivamente. O presidente em exercício não informou o nome dos substitutos. Nesta quarta, a agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva prevê audiências com Marinho e Marta. Veja Também:Ibope: Em SP, Marta e Alckmin lideram Veja o gráfico da pesquisa do Ibope  Aécio Neves diz que aliança com PT não é mais tão relevanteMarinho pedirá a Lula para sair da PrevidênciaCalendário eleitoral das eleições deste ano   "Friso que sairei na condição de pré-candidato, porque, candidato, somente após a convenção partidária", disse Marinho. O ex-líder sindical deve ser substituído pelo deputado José Pimentel (PT-CE), que atuou na reforma da Previdência e no Orçamento da União. Carlos Gabas, secretário-executivo do Ministério da Previdência, também está cotado. A data-limite para a desincompatibilização é até quinta-feira, 5.   Marta  concorrerá às eleições municipais de São Paulo e aparece como líder nas pesquisas. Levantamento do Ibope nesta terça-feira dá a ela 30 % das inteções de voto, tecnicamente empatada com o ex-governador e candidato tucano Geraldo Alckmin, que recebeu 28 %. O atual prefeito Gilberto Kassab (DEM) aparece em terceiro com 13 % das indicações.  Marta deve ser substituída por Luiz Eduardo Pereira Barreto Filho, atual secretário-executivo da pasta, levado ao Turismo pela petista. Barreto teria o apoio dos empresários do setor de turismo.  (Com Agência Brasil e Agência Estado)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.