Marta: separação não afeta atividade política

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), afirmou que sua separação do senador Eduardo Suplicy (PT) não altera sua vida política. "Vou continuar trabalhando como fiz hoje. Minha vida particular não tem nada a ver com o meu trabalho", afirmou. "O meu trabalho o povo saberá julgar", completou a prefeita.Marta participou, durante toda a manhã hoje, de visitas à região da Penha, na zona Leste da capital paulista. A atividade desta manhã foi o primeiro compromisso externo da prefeita após ela e Suplicy terem divulgado nota em que oficializam a separação, após 36 anos de casamento.A prefeita não quis comentar a separação, e nem se há possibilidade de reconciliação, como disse acreditar ontem o senador. "Sobre a minha vida pessoal eu não vou fazer nenhum comentário e eu gostaria que vocês (jornalistas) respeitassem", disse.A prefeita voltou a dizer que não há fato determinante que justifique a instalação da CPI do lixo em São Paulo. A bancada governista deverá propor nesta tarde a abertura de uma CPI para investigar os contratos do lixo na cidade. "Dei liberdade para que a bancada faça o que achar melhor", disse. "Mas continuo achando que não há fato determinante. Mas não tenho nada a temer", acrescentou.A prefeita voltou a criticar o governo federal dizendo que o que merece CPI "é a corrupção e a roubalheira da Sudam". "O governo federal tem vários fatos determinantes para fazer CPI e o PSDB daqui fica fazendo esse carnaval para tentar me colocar nesse mar de lama", disse ela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.